22 termos sobre robôs traders que você precisa saber

termos sobre robôs traders
Início > Blog > 22 termos sobre robôs traders que você precisa saber

Você já ouviu falar em robôs traders? Então, me acompanha nesse artigo, pois eu vou te apresentar 22 termos sobre robôs traders que você precisa saber.

Você provavelmente já ouviu falar de robôs traders, afinal, eles estão tomando conta do mercado. Mas talvez não esteja familiarizado com os termos associados.

Desde a sua criação, os robôs traders ganharam popularidade, pois eles podem analisar rapidamente grandes quantidades de dados e executar trades com base nessa análise.

Além disso, eles podem monitorar vários mercados simultaneamente e reagir rapidamente às mudanças nas condições do mercado.

No entanto, antes de usá-los, é importante que você esteja familiarizado com os termos e conceitos chave.

Portanto, me acompanha no texto abaixo, pois ao final você vai saber o que é um robô trader e os seus principais termos. Assim, nunca mais ficará voando quando ouvir falar sobre o assunto.

Continue a leitura…

O que são robôs traders

Robôs traders são softwares que usam algoritmos complexos para analisar dados do mercado e executar trades.

Então, seja você um trader individual ou uma empresa, você pode automatizar as suas operações de negociação.

Embora os robôs traders tenham muitas vantagens, eles também apresentam alguns riscos.

Como nenhuma tecnologia é perfeita, os robôs podem falhar por lacunas de dados ou erros de programação.

No entanto, os riscos associados aos robôs traders geralmente são vencidos pelas vantagens.

Os robôs traders podem ser extremamente úteis para traders que não possuem tempo ou experiência suficiente para analisar dados do mercado e executar operações de forma eficaz.

Agora que você tem um melhor entendimento, vamos dar uma olhada em 22 termos sobre robôs traders importantes que você precisa saber se quiser operar na bolsa de forma automatizada. Confira!

22 termos sobre robôs traders

Depois dessa breve introdução sobre robôs traders, vamos iniciar com os termos mais usados. Confira logo abaixo.

1 – Algotrading

Algotrading é um tipo de negociação que usa algoritmos de computador para tomar decisões de negociação automaticamente.

Você pode usar a negociação automatizada (outra forma de chamar o algotrading), em uma grande variedade de ativos, incluindo ações, opções, futuros e moedas.

Normalmente envolve o uso de análise técnica para identificar oportunidades de negociação, bem como o uso de sistemas de execução automatizados para entrar e sair de negociações.

Algotrading pode ser usado para estratégias de negociação de curto, médio e longo prazo.

2 – Backtesting

O backtesting é o processo de testar um setup, ou seja, uma estratégia ou sistema de negociação usando dados históricos para ver como ele teria se saído em situações passadas.

Dessa forma, o backtesting pode ser usado para avaliar se um setup é lucrativo e para ajustar os parâmetros.

Aliás, o backtesting pode ser visual, quando você consegue visualizar as entradas e saídas sendo realizadas no gráfico. Mas, também pode apresentar apenas o resultado, o que torna o processo mais rápido.

3 – Otimização

Em termos simples podemos dizer que backtesting é o processo de ajustar os parâmetros de um algoritmo para melhorar o seu desempenho futuro.

Na prática, significa pegar um backtest base e em seguida realizar uma série de outros backstests com parâmetros diferentes, com o objetivo de identificar qual das combinações gera o melhor resultado.

4 – Setup, trading system

O setup ou trading system, nada mais é do que uma estratégia de negociação, ou seja, um conjunto de regras que um trader usa para tomar decisões de negociação.

Na prática, é o plano de ação que um robô trader usa para tomar decisões de compra e venda.

Mas, para isso, as estratégias de negociação podem incluir fatores como o tipo de ativo que será negociado, o tempo gráfico, o tempo das operações (day trade, swing trade) e os níveis de stop-loss e take-profit, além dos indicadores para entradas e saídas.

5 – Sinais de negociação

Os sinais de negociação são indicações de quando um trader deve abrir ou fechar uma posição. Os sinais de negociação podem ser gerados de diversas formas. Como, por exemplo:

  • indicadores;
  • preços dos ativos (price action);
  • leitura de fluxo;
  • fundamentos;
  • ou a combinação de vários destes.

6 – Indicadores técnicos

Os indicadores técnicos são ferramentas usadas para avaliar o movimento de preços de um ativo, medir as condições do mercado e tomar decisões de negociação.

Os indicadores técnicos mais populares incluem as Médias Móveis, o Índice de Força Relativa (RSI), o Oscilador Estocástico e o MACD.

Geralmente, o uso de indicadores é a forma principal para gerar os sinais de entrada nos robõs traders.

7 – Análise técnica

A análise técnica é um método de previsão de movimentos futuros de preços de um título com base em um exame de movimentos de preços passados. Para isso, usa indicadores para analisar o mercado e tomar decisões de negociação.

Os analistas técnicos acreditam que todas as informações relevantes já estão refletidas no preço de um ativo e que a análise dos movimentos dos preços pode fornecer pistas sobre os movimentos futuros.

A análise técnica é amplamente utilizada por investidores e traders individuais e institucionais.

8 – Análise fundamentalista

A análise fundamentalista é uma forma de avaliar os mercados que se concentra na busca pelo valor intrínseco dos ativos, se baseando em fatores como o crescimento econômico, a taxa de juros e as moedas.

A análise fundamentalista pode ser uma ferramenta útil para investidores que desejam comprar títulos subvalorizados pelo mercado.

No entanto, é importante lembrar que o valor intrínseco é muitas vezes difícil de determinar com qualquer grau de precisão.

Como tal, os investidores devem sempre fazer suas próprias pesquisas antes de tomar qualquer decisão de investimento.

9 – Bolsa de valores

Uma bolsa de valores é um mercado onde são negociadas ações. As bolsas de valores são mais comumente conhecidas como mercados de ações.

O trader não tem acesso direto as bolsas. Para isso, existem as corretoras de valores, que fazem a intermediação entre as partes.

10 – Ações

As ações são títulos de um ativo que dão ao seu proprietário o direito de participar do crescimento do valor da empresa. Isso porque, ao comprar uma ação, você se torna sócio da empresa.

As ações são negociadas em bolsas de valores e podem ser compradas e vendidas por investidores.

11 – Commodities

As commodities são produtos básicos negociados em mercados futuros. Os principais exemplos de commodities são o petróleo, o ouro e a prata.

Mas, não são as únicas. Você também pode negociar milho, café, boi e muitas outas commodities.

12 – Índices

Os índices são formas de medir o desempenho de um mercado ou de um conjunto de mercados. Os principais exemplos de índices são:

  • S&P 500: Índice composto das 500 maiores empresas listadas nas bolsas dos EUA (NYSE e NASDAQ).
  • Nasdaq Composite: Índice baseado no desempenho das ações de empresas listadas na bolsa NASDAQ.
  • Dow Jones Industrial Average: Índice que considera nos seus cálculos a cotação das 30 maiores e mais importantes empresas dos Estados Unidos.
  • IBOVESPA: o IBOV, como também é conhecido, reúne as principais empresas em valor de mercado da bolsa brasileira.

13 – Plataforma de negociação

melhor plataforma para robô trader

Plataforma é a ferramenta utilizada pelos traders para acessar o mercado e executar operações. Home Broker e pit de negociação também são nomes usados para o mesmo fim.

Você encontrará as plataformas na sua corretora. Algumas são mais simples e executam apenas as operações de compra e venda.

Enquanto outras são extremamente robustas, contando com diversas ferramentas adicionais para analisar notícias, fluxo, diversos tipos de ordem, boletas, etc.

Além disso, é onde rodam os robôs para automatizar o processo de investimento automático.

14 – Indicadores econômicos

Os principais indicadores econômicos incluem o Produto Interno Bruto (PIB), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e a Taxa de Desemprego.

Os indicadores econômicos podem afetar o movimento de preços dos ativos. Assim que surge uma notícia a volatilidade aumenta muito, o que os tornam muito importante para o trader.

Além disso, eles são os balizados para determinar a direção do movimento no médio e longo prazo.

15 – Forex

O mercado de câmbio (Forex, FX ou mercado de câmbio) é um mercado global descentralizado ou de balcão (OTC) para a negociação de moedas.

Este mercado determina as taxas de câmbio para cada moeda. Inclui todos os aspectos de compra, venda e troca de moedas a preços atuais ou determinados.

O volume diário desse mercado é em média cerca de 5 trilhões de dólares, o que torna esse o maior mercado do mundo em termo de volume de negócios.

16 – Stop loss

Um stop loss é uma ordem colocada pelo trader, ou investidor para se desfazer de sua posição quando esta atingir um determinado preço.

Por isso, o stop é uma das principais ferramentas de gestão de risco, visto que o seu objetivo é limitar as perdas de uma operação quando ela segue na direção contrária do objetivo.

17 – Take profit

Diferentemente do stop loss, que visa encerrar a posição no prejuízo, o take profit é uma ordem para fechar uma negociação quando o preço atinge um certo nível de lucro.

Por exemplo, você compra uma ação por 10 e põe uma ordem de lucro em 12. Assim, a sua negociação se fechará automaticamente em 12, dando a você um lucro de 2.

18 – Número mágico

Um número mágico é um identificador, como se fosse uma impressão digital, definido pelo usuário nas configurações do robô para distinguir as ordens realizadas por um robô.

Assim, ele serve para diferenciar as ordens realizadas manualmente das ordens realizadas, para diferenciar as ordens de robôs diferentes, ou simplesmente para diferenciar estratégias diferentes de um mesmo robô.

19 – Spread e slippage

Spread e Slippage é a diferença entre o preço esperado de uma negociação e o preço real executado.

Isso pode acontecer por vários motivos, incluindo mudanças repentinas nas condições do mercado ou desequilíbrios de pedidos.

20 – Breakeven

O ponto em que uma negociação atinge o ponto de equilíbrio, ou seja, chegou no zero a zero. No ponto de equilíbrio, uma empresa não tem lucro ou prejuízo – sua receita é exatamente igual às despesas.

Muitos traders, usam essa opção para mover o stop loss para o preço de entrada (breakeven) quando as operações começam a gerar lucro.

Dessa forma, eles ficam mais tranquilos, porque eliminam o risco de perda, e podem continuar no mercado e surfar movimentos mais longos sem riscos.

21 – Saídas parciais

Uma saída parcial é um tipo de estratégia de negociação na qual um trader sai apenas parcialmente de sua posição.

Isso pode ser feito por vários motivos, como obter lucros em uma parte da posição enquanto mantém o restante para possíveis ganhos adicionais ou reduzir as perdas em uma posição perdedora.

Por exemplo, digamos que você comprou 500 ações, mas ao invés de vender tudo, você pode vender apenas 300 e carregar as 200 por mais tempo, em busca de objetivos maiores.

22 – Aumento de posição

Aumento de posição é um tipo de estratégia de negociação na qual um trader aumenta o lote de sua posição no decorrer da operação.

Geralmente utiliza-se essa estratégia quando se está no prejuízo para fazer preço médio, ou seja, manter o preço de entrada mais próximo do preço atual.

Por exemplo, digamos que você comprou 1 contrato ao preço de 100 pontos e preço começou a cair. Ao chegar em 50 você compra mais 1 contrato. Agora o seu preço médio (breakeven) passa a ser 75 e não mais 100.

Conclusão: 22 termos sobre robôs traders

Esperamos que você tenha gostado dos 22 termos sobre robôs traders que acabamos de apresentar.

Se ainda não os conhecia, é importante que saiba o que significam para entender melhor as discussões sobre esse assunto. Mas se você já estava familiarizado com eles, esperamos que tenha encontrado aqui uma breve descrição de cada um.

Aliás, vale ressaltar a importância de se manter atualizado sobre os termos usados no mundo dos robôs traders. Essa é uma área em constante mudança, e é importante estar por dentro de todas as novidades.

Para isso, nada melhor do que se inscrever no nosso canal do YouTube! Lá, além de receber dicas sobre robôs traders, você também poderá conferir vídeos que o ajudará a faturar 5 mil por mês no automático.

Carlos Eugênio

Fundador da Sociedade de Investidores. Investidor e Trader desde 2017 e Mestre em Engenharia de Produção (UFPE). Quer saber mais? Clique aqui.

Receba conteúdo exclusivo

Veja também…

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This